Como será o período pós-Copa do Mundo?

estadios-pos-copa2014

estadios-pos-copa2014Por causa da tragédia em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, o Governo Federal, a FIFA e o Comitê Organizador Local (COL) decidiram cancelar as festividades dos 500 dias para a Copa do Mundo de 2014 ontem, em Brasília. Somente a visita ao estádio da capital do Brasil e a coletiva de imprensa aconteceram. O lançamento do pôster oficial da Copa do Mundo de 2014, então, foi transferido para o Rio de Janeiro, na próxima quarta-feira, também com a presença da FIFA.

Mas o que importa é que faltam 529 dias para a refundação do futebol brasileiro, que é quando termina a Copa do Mundo. A preocupação é com o pós-Copa. Uma coisa é a Copa e a Seleção Brasileira. A outra é o legado esportivo, que é muito importante e ele está aí com obras. São 12 estádios, 12 cidades. Nós temos ações independentes como a Arena Grêmio, que está pronta, a Arena Palmeiras, uma reforma que está em curso no Morumbi e mais 12 estádios de Mundial, além do estádio Independência, que também está pronta, e tem que ser colocado nessa lista. Então daqui aproximadamente um ano e meio teremos 16 estádios completamente diferentes do cenário do futebol brasileiro.

O futebol brasileiro se acostumou em tratar mal o torcedor e o torcedor a ser maltratado, e por isso a ida aos estádios se tornou uma aventura desagradável. Os estádios de futebol terão que concorrer com outras atrações e ser um lugar bacana para ir sempre, com diversão, com oferta de bons serviços, com bons jogos, etc. E essa é a preocupação, em ter jogos nesses estádios, jogos com futebol de verdade.

Algumas cidades tem esse ativo importante, como por exemplo, a rivalidade entre Paysandu e Remo no Pará, que ela é sensacional, como em Pernambuco, especialmente na cidade de Recife, com Náutico, Santa Cruz e Sport, como no Goiás e nesses lugares se tem futebol de verdade. Essas cidades precisam de um pouco de cuidado, porque tem uma chama da paixão do futebol que pode lotar estádios. Embora Belém e Goiânia não tenham sido escolhidas como cidades-sede da Copa do Mundo, mas tem o Mangeuirão e o Serra Dourada que são belos estádios. Então estão aí mais dois estádios que podem entrar para essa lista.

Começa a mudar de cenário o futebol brasileiro, é preciso preocupação com isso. Com a Copa do Mundo e com o pós-Copa. E também podemos falar do pós-Olimpíadas, que é importante como o Brasil irá utilizar os equipamentos, como irá desenvolver os esportes. Até a Copa do Mundo e até a final dos Jogos Olímpicos o Brasil vai viver certa euforia, e o país não pode criar um abismo no dia seguinte. E depois que a FIFA for embora, o torcedor voltará a ser maltratado?

Então, é um alerta para todos nós que participamos da indústria do esporte e no caso particular da indústria do futebol, que é vigorosa. A indústria do futebol pode aumentar sua qualidade no Brasil com pequenas, boas e inteligentes ações em que todos possam sair felizes, com um calendário melhor, com um tratamento melhor, campeonatos melhores, etc. O Brasil pode potencializar esse momento que é muito bom para o país. Tomara que o Brasil consiga trabalhar isso, porque senão será uma decepção no pós-Copa e no pós-Olimpíadas e sinceramente não gostaria de ver isso.

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas