Há tempo de lutar contra absurdos da Copa

Foto: Breno Fortes/CB/D.A.Press

A imprensa brasileira, principalmente a esportiva, em sua grande maioria sempre se calou. Alguns por não terem liberdade para falar aquilo que pensam outros por serem covardes mesmo e não quererem se manifestar mesmo tendo liberdade para isso e alguns por conveniência. Nos últimos anos sempre me posicionei com relação a esses absurdos todos que envolvem a Copa do Mundo e uma coisa me incomodou muito semana passada quando estava conversando com alguns colegas. Eu estava falando sobre os absurdos da Copa do Mundo no Brasil, de todo o dinheiro torrado em estádios, que não deveriam existir, e todas as exigências e desmandos da FIFA e um deles disse para mim: “Vai morar em outro país, vai embora!”. Como se eu detestasse o Brasil, sendo que é o contrário. Amo meu país e quero que ele melhore não que piore.

Eu conheço pessoas que dormem três, quatro horas por noite porque passam o dia dentro de um busão cheio para chegar ao trabalho ou em casa e é muito bom ver as pessoas saindo às ruas para manifestar em relação a isso, é emocionante ver algumas pessoas que não dependem de um ônibus, de um metrô para chegar ao trabalho, à escola, faculdade, seja lá onde for e que estejam preocupadas com aqueles que precisam. E o Governo torra dinheiro em que? Nesses estádios todos que foram e estão sendo feitos, para atender ao Blatter, ao Jérôme Valcke… O Brasil está se curvando perante essas pessoas, que não tem currículo que mereça tanto respeito assim. É só observar os escândalos que envolvem a FIFA nos últimos anos.

É fantástico que isso aconteça e tomara que o povo, que parece que acordou, não volte a adormecer. Que se manifeste mesmo, claro sem excessos, infelizmente acontece um ato ou outro de violência. Mas é muito bacana que as pessoas finalmente se rebelem contra tudo de errado e inclusive contra a Copa do Mundo, que vai ser no ano que vem e ainda há tempo de lutar contra vários absurdos. Como por exemplo, o estádio PARTICULAR do Curintias que está sendo construído em São Paulo com isenção fiscal de R$ 420 milhões dado pelo ex-prefeito e vereadores. Com tantas necessidades que existem naquela região, onde está sendo construído o estádio. Não moro em São Paulo, mas duvido que alguma coisa tenha melhorado na região de Itaquera.

Então, ainda dá tempo de lutar. Que menos absurdos aconteçam até o Mundial do ano que vem.

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



One Response to Há tempo de lutar contra absurdos da Copa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas