Grupo faz beijaço contra Feliciano e quatro estudantes são detidos

Os manifestantes fizeram o ato como protesto, pedindo a saída do deputado federal pastor Marco Felicano da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara

Os manifestantes fizeram o ato como protesto, pedindo a saída do deputado federal pastor Marco Felicano da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara

No início da tarde desta quarta-feita (24/4), a Assembleia Nacional dos Estudantes Livres (Anel) realizou um beijaço em frente ao gramado do Congresso Nacional. Os manifestantes fizeram o ato como protesto, pedindo a saída do deputado federal pastor Marco Felicano da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara.

Quatro manifestantes foram detidos no 15° andar do Anexo 1 da Câmara dos Deputados. Os estudantes Lucas Brito, 22 anos, Iago Brayhan e Marissa Santos, 20 anos, alunos de serviço social na Universidade de Brasília (UnB) e Pedro Viegas, 21 anos, estudante do Ensino Médio, entraram no prédio em busca de uma janela para estender a bandeira do movimento LGBT no andar, mas foram retirados pelos seguranças e detidos pela Polícia Legislativa.

Duas cerimônias simbólicas de casamento entre pessoas do mesmo sexo foram o ponto de partida para que aproximadamente 20 casais homossexuais se beijassem. As três faixas do eixo monumental que foram interditadas no sentido Congresso Nacional foram liberadas no início da tarde, diminuindo o engarrafamento nas vias. Manifestantes estão sentados no gramado do Congresso e de lá irão para o Ministério da Educação e do Planejamento para novos protestos.

Via: Correio Braziliense

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas