O Congresso é o povo?

direitos humanos

direitos humanosBom dia gente, voltei e o Congresso também.

Este é um pequeno post que resolvi fazer quando comecei a assistir (agora – ao vivo) a instalação da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Ontem a sessão foi interrompida devido à manifestações contra a indicação do novo presidente, dep. Pastor Marcos Feliciano (que teria tido atitudes homofóbicas, contra liberdade religiosa e outros mais). Para quem assistiu o Jornal Nacional ontem, até o William Bonner engasgou quando foi ler declaração do deputado de que ele não é homofóbico. Detalhe, os manifestantes não estão tendo acesso à Casa.

A questão que quero levantar não é se ele é ou não apto para assumir o cargo, e sim se a Câmara não está querendo impor um acordo de indicação de parlamentares para presidência das comissões ao invés de respeitar a vontade do povo. A Câmara é a Casa do povo. Mas o novo presidente da Câmara, dep. Henrique Eduardo Alves já anunciou que o acordo será cumprido.

Caso semelhante ocorreu no Senado, com a eleição de Renan Calheiros para assumir novamente a presidência do Congresso. Tudo bem que o povo de Alagoas elegeu o senador. Mas será que ele era a única opção para assumir a cadeira da presidência pelo PMDB? Um manifesto com mais de 1 milhão de assinaturas contra sua eleição foi entregue no Senado. Mas alguém deu importância? Ontem na votação dos royalties os deputados sairam gritando: Fora Renan. Terça feira ele estava querendo quebrar acordo de líderes e votar a criaçã de mais um ministério no Senado. Eles querem cargos, eles querem mais dinheiro, eles não se cansam.

Sua opinião tem importância? A minha? A do povo? A da minoria? Cada vez mais tenho dúvidas sobre isso.

Jean Willys tem razão: bando de enrustidos.

Dica para o momento: Ligue a TV Câmara e acompanhe a Comissão de Direitos Humanos

#desabafo

 

 

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



2 Responses to O Congresso é o povo?

  1. Profile photo of Eduardo Santos
    Eduardo Santos 7 de março de 2013 at 13:16 #

    Renatinha,

    Confesso que fiquei até mesmo triste lendo o que escreveu. Na época da ditadura militar, teoricamente o período de maior repressão na história de nosso país, não era incomum termos sessões da Câmara com o povo vaiando e em alguns casos até atirando coisas nos políticos. Veio a democracia após a constituição de 88 e o que fizeram? Instalaram um vidro para separar o público dos parlamentares, sob o argumento de manter a “segurança” dos nobres deputados.

    A gente diz que o povo tem que se mexer, tem que participar, e quando acontece isso o Sistema (com S maiúsculo) simplesmente vem e engole todo o mundo.

    CADÊ A DEMOCRACIA?????

  2. Profile photo of Eduardo Santos
    Eduardo Santos 7 de março de 2013 at 13:50 #

    Como estou acompanhando a sessão ao vivo, momento histórico: o antigo presidente renuncia porque o povo foi impedido de entrar na comissão.

    IMPERDÍVEL: http://bit.ly/VeO8dJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas