Não podemos entregar nossa biometria pra eles!

Biometria não!

Se você ainda não sabe, o TSE está não apenas pedindo, mas EXIGINDO que todos os cidadãos do Brasil realizem o seu recadastramento biométrico sob pena de perder o seu título de eleitor. Segundo o cronograma proposto pelo verdadeiro DONO da “democracia” brasileira, aqui em Brasília quem não se recadastrar para as próximas eleições vai perder o título de eleitor.

Ora, mas por que eu deveria estar preocupado com isso? Afinal é só mais um passo na já complexa burocracia de nosso governo, não é mesmo? Antes de mais nada dê uma lida aqui. Agora tenha o seguinte em mente: todas as informações que você coloca na Internet são públicas. Sim, eu disse TODAS! Tenha sempre aquela sensação de que alguém está fungando no seu cangote e lendo, simplesmente porque é verdade.

publiquei aqui também uma série de matérias que mostram como não dá pra confiar na Urna Eletrônica e muito menos na Segurança da Informação do TSE, uma vez que a rede já foi invadida.  Se você fornecer seus dados biométricos para o tribunal, ele estará de posse de uma identificação inequívoca sobre a sua pessoa. Isso significa que será digitalizado um registro único com a sua identificação para sempre, que poderá ser cruzado com outros bancos de dados para montar um perfil completo. Para quê? Com o objetivo de aumentar a segurança no processo eleitoral. Pelo menos é o que eles dizem.

Para não fazer mais um post demasiadamente longo, vou colocar aqui um link para uma campanha de Internet que está sendo propagada, com o objetivo de utilizar o ordenamento jurídico brasileiro para impedir que o TSE de nos obrigar a registrar a biometria. Em poucas palavras, você não deveria se recadastrar pelos seguintes motivos:

  1. A biometria não aumenta a segurança, pelo contrário. Você guardaria uma lista de senhas junto com os cartões de crédito? Pois bem: a urna grava a biometria e a lista de votos.
  2. A tecnologia proposta pelo TSE é fechada e terrivelmente ineficiente;
  3. O planejamento de implantação proposto é inadequado e confuso;
  4. Recolher os dados biométricos dos eleitores é contra a lei;
  5. Os dados da urna serão compartilhados com a Polícia Federal. Já há acordo pra isso;
  6. Como comprovado pelo escândalo do PRISM, você já está sendo monitorado. Adicionar a biometria é associar o seu eu virtual a você mesmo, na sua vida. Mais do que a Matrix;

Todos esses motivos e muitos outros estão expostos no brilhante texto do Professor Pedro Rezende.

O que estamos propondo então é um Movimento de Obediência Civil. O que isso significa? Mesmo o TSE sendo juiz e executor, vamos forçá-lo a cumprir a lei enviando uma petição para o juiz eleitoral informando que a biometria é errada, ilegal e nós não vamos fazer. Para isso, basta protocolar uma pedição cujo modelo já está proposto no site questionando o juiz eleitoral sobre a legalidade da biometria.

O que seria cômico se não fosse trágico é que estamos brigando pelo nosso direito de exercer a democracia num país onde somos tão pouco incentivados a fazê-lo, processo esse que é controlado por um órgão que de democrático não tem nada. Não existe nada no ordenamento jurídico nacional que se assemelhe a tal absurdo quanto ao totalitarismo do TSE, mas aprendemos esse mês que se formos pra rua nos manifestarmos as coisas podem realmente mudar. Chegamos ao momento de agir contra a ditadura das eleições.

Acesse o site da campanha e participe: http://www.brunazo.eng.br/voto-e/textos/recadastramento.htm

Eu já fiz a minha petição e vou protocolar. E você?

Biometria não!

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



15 Responses to Não podemos entregar nossa biometria pra eles!