Flamengo e Vasco fazem jogo truncado e ficam no empate no Mané Garrincha

leomoura_ae_adalbertomarques

Fala Calangada bem vestida!

Mais um jogo do Flamengo em Brasília e bem com a cara do Flamengo 2013, primeiro tempo jogando melhor e morto no segundo tempo. Jogamos contra uma das piores zagas do campeonato. E mais uma vez Brasília me envergonha! No Mané Garrincha não existe torcida e sim plateia. Esse jogo tinha que ser no Maracanã, lá com a torcida de verdade colocaríamos pressão no Vice. Léo Morto celebrou 450 jogos com o Manto e os dois times resolveram celebrar junto e foram o reflexo do homenageado.

leomoura_ae_adalbertomarques
(Foto: Adalberto Marques / Ag. Estado)

O Flamengo jogou bem o primeiro tempo, mas teve poucas chances. Aos 13 minutos, Paulo Victor defende falta de Juninho e coloca o Flamengo no ataque, Carlos Eduardo tenta passar pela zaga e ganha escanteio. Na cobrança, Hernane desvia e Chicão manda de cabeça pra fora. Paulinho, aos 25 minutos, arrisca de fora da área e manda pra fora. Dois minutos depois Juninho dá uma pancada em Paulinho e leva só amarelo, ficou barato! Pouco depois, Flamengo desce no ataque, Paulinho toca para a chegada de Hernane que enche o pé, mas o chute forte e rasteiro vai às mãos do goleiro. Em seguida Paulinho recebe na direita, entra na área e cruza rasteiro para Hernane e… GOL DO FLAMENGO!!! 10º gol do Hernane no Brasileirão, 25º na temporada!

O Vice parecia estar jogando com 10 em campo, porque Juninho era nulo. Dorival, no intervalo, tira Juninho e Edmilson, coloca André e Willie. Logo com 3 minutos do 2º tempo cobramos falta para a área e a porcaria da zaga do Vice quase marca contra. Chicão cobra falta muito bem de longe e a bola passa rente ao gol. O Vice no primeiro lance de ataque lança Willie, que conta com um lance bisonho de João Paulo, que marca na saída de Paulo Victor. Ridículo! Sai Carlos Eduardo, entra Luiz Antônio. Sai André Santos entra Gabriel. Virada de bola para o ataque, Paulinho espera quicar e bate, a bola desvia na zaga e vai a escanteio. Gabriel, aos 42, cruza rasteiro, a bola passa por Hernane e Paulinho, ambos na pequena área e sai. Entra Rafinha no lugar de Paulinho. E ainda tivemos uma última chance quando Léo Morto cruzou, Chicão tentou de cabeça e Gabriel bateu para fora. Final de partida, perdemos 2 pontos para um time ridículo e a oportunidade de respirar na competição. Que venha o Chorolado na quinta-feira no Maracanã.

1376522_735593656455082_57805196_n
Calangada reunida e bem vestida.

Não conseguimos uma cobrança de escanteio decente. Impressionante! Léo Morto mais uma vez fez uma péssima partida. APOSENTA LOGO, SEU INFELIZ! O Paulinho é o motor do time, o único que tem fôlego do começo ao fim. Felipe não fez falta nenhuma ao time, Paulo Victor fez boas defesas e repôs a bola muito bem. E o Wellinton está entre nós… Oremos! E para finalizar, quero parabenizar o Hernane. Ele não é craque, mas os números são incontestáveis. 25 gols na temporada! O problema do Flamengo nunca foi ele, respeitem o cara!

Cruzeiro será o campeão brasileiro

cruzeiro

cruzeiroA Raposa já é a campeã de 2013, abriu 11 pontos para o segundo colocado. Bostafogo e Curintias estão correndo para trás. Tudo parecia ir tão bem e agora o negócio azedou. O Curintias, campeão da Libertadores e do mundo, não ganha há oito partidas e foi goleado pela Lusa. O Bostafogo, campeão carioca, superou a falta de dinheiro e os pagamentos atrasados e, de repente, desandou. É claro que os dois times perderam jogadores importantes. No caso do Curintias, Paulinho. Ele era o motor do Curintias e é o da Família Scolari.

A briga que resta nesse Brasileirão é a do G3 e a do rebaixamento. O Timbu venceu o Coxa por 3 X 0 e deu um alento ao torcedor, mas se o Timbu escapar do rebaixamento será um milagre.

As manifestações das ruas refletindo no futebol brasileiro

brasil-bola

O Brasil conhece hoje um manifesto de uma porção de atletas importantes e comissões técnicas desse país pedindo uma conversa com a CBF, porque não estão tolerando o anúncio do calendário para o ano que vem, sem pré-temporada. É um movimento meramente pelo bom senso, não tem nenhum caráter de enfrentamento, de contestação, não tem sindicato, até porque os sindicatos infelizmente não representam os jogadores brasileiros. Enfim, pedirão uma reunião em nome da saúde dos atletas e em nome da qualidade dos espetáculos para o ano que vem, ano de Copa do Mundo.

Estamos regredindo 30 anos, é muito difícil pegar tudo o que tem para jogar ano que vem e colocar em 365 dias. Esse ano voltamos a ter jogos de 2 em 2 dias para alguns clubes como Bambi, Peixe e Chorolado. Como acontecia nos anos 1980 e tinha deixado de acontecer. Voltou a acontecer e ano que vem vai ser muito pior por causa da Copa do Mundo.

brasil-bola

O provável futuro presidente do Bambi nas eleições de abril, Carlos Miguel Aidar, disse que ganhando as eleições ele pretende novamente reunir os principais clubes do país para formar a Liga Brasileira de Futebol e adequar o calendário brasileiro ao calendário mundial. O Carlos Miguel Aidar vai fazer um barulho ano que vem, não tenho dúvida disso, a partir de abril quando se tornar, e aparente vai se tornar, presidente do Bambi. O Aidar com o Marcio Braga, ex-presidente do Flamengo, foram os dois principais líderes da criação do Clube dos 13 que em 1987 era um esboço da Liga, até nesse ponto a gente está recuando 30 anos, só que nesse caso para o bem, mas cometeu o pecado de não apoiar o Flamengo na polêmica sobre a famigerada taça das bolinhas. A Liga Brasileira de Futebol se surgisse com o Clube dos 13 seria o que foi a Premier League cinco anos antes.

E esse não bastasse, há um movimento no Palácio do Planalto para que a próxima autoridade pública olímpica seja um general do Exército Brasileiro com quem a presidente Dilma se dá muito bem. Uma verdadeira intervenção no Comitê Rio 2016 para jogar Carlos Arthur Nuzman para escanteio.

Para mim parece óbvio que tudo isso que está acontecendo nesse momento é reflexo direto do que houve nas jornadas de junho no Brasil. Existe uma mobilização que a gente não via antes em diversas categorias.

Porque existe preconceito contra o Botafogo?

meia-seedorf-pede-atencao-aos-companheiros-do-botafogo

O duelo entre Raposa e Bostafogo, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte, pode ser considerada uma “final antecipada” do Campeonato Brasileiro já que os dois times parecem disputar “sozinhos” o título nacional. Nos pontos corridos tivemos alguns campeões com muita autoridade, o maior deles é a Raposa de 2003 e o Bambi de 2007, que tinha uma defesa intransponível. O Bostafogo tem vacilado na hora de entrar na Libertadores, em reta final de campeonato. Pode ser 4º colocado, ir para a Libertadores, mas vacila e chega em 7º lugar, como no ano passado. Então passamos a desconfiar, é o caso da Raposa também que a 10 anos não ganha o Campeonato Brasileiro, mas está muito forte.

meia-seedorf-pede-atencao-aos-companheiros-do-botafogo

O Campeonato Brasileiro deste ano está sendo disputado “cabeça a cabeça” com números fortíssimos do time que ano passado foi 7º colocado, o Bostafogo, e outro que o ano passado foi 9º colocado, a Raposa. Em qualquer campeonato do mundo o que foi 9º colocado ano passado vai ser 6º, 7º colocado esse ano. Mas esse ano, o 9º do ano passado está brigando para ser campeão e o 2º colocado foi 7º no ano passado, por quê? Porque tem muito time brigando “cabeça a cabeça” na parte de cima da tabela, que se recupera por tradição, por cobrança da torcida, por uma série de circunstâncias, e é isso que acontece com Raposa e Bostafogo hoje.

O Bostafogo tem vacilado na “hora H” nos últimos anos. O Bostafogo de 1995 para cá foi no máximo 6º colocado, em 2010. O preconceito que existe com o Bostafogo é porque o Bostafogo de 1995 para cá tem perdido jogos decisivos na hora decisiva, o Bostafogo de 1995 para cá não passou do 6º lugar, é por isso que às vezes se duvida mais do que deve.

Ele voltou!

muricyramalho2_vip
muricyramalho2_vip
(Foto: Gaspar Nobrega / VIPCOMM)

O Bambi trocou o técnico dos terceiros títulos da Libertadores e do Mundial de Clubes pelo tricampeão brasileiro. Ontem, a diretoria do Bambi anunciou a demissão de Paulo Autuori e a contratação de Muricy Ramalho. Com toda franqueza da minha alma, melhor fazer agora do que daqui a cinco rodadas. O Muricy é o salvador da pátria, é a solução desesperada e desesperadora. O Muricy não vem de bom trabalho no Peixe, neste ano, mas ele é o ronco das ruas, é o clamor popular da Bambilândia.

O futebol é cheio de mistérios, por exemplo, por que o Bostafogo, com salários atrasados, perdendo jogadores um atrás do outro, faz a boa campanha que faz? Será por causa do Seedorf? Ou será Oswaldo de Oliveira o responsável? Por que o Curintias nos últimos nove jogos contra o Náutico ganhou só um e perdeu seis vezes? Por que a Lusa é sempre tratada como vítima, mesmo em jogos que a arbitragem erra também a seu favor, como aconteceu nesse final de semana contra o Gaymio? Por que o Bambi está na draga em que está? Será por causa da saída de Muricy Ramalho?

Então, o que veremos, provavelmente, na quinta-feira? 70 mil pessoas na Bambiândia gritando: “Muricy! Muricy! Muricy!” contra a Macaca. Nesse aspecto é o adversário ideal, melhor que a Macaca só o Náutico, desde que não seja contra o Curintias, e com um risco: vai que não ganha? Não é que não perca, vai que não ganha? Começar o 2º turno empatando com a Macaca, com Muricy Ramalho e com 70 mil pessoas na Bambilândia? Aguardemos…

Tudo se resume à velha máxima de que o futebol é uma caixinha de surpresas e que por mais explicações que haja, não há explicação.

‘Crise’ vivida pelos clubes cariocas

Christ_on_Corcovado_mountain

O futebol do Rio de Janeiro passa por um momento difícil, porque tanto Vice, quanto Flamengo e Flunimed estão ameaçados de rebaixamento, acendeu-se o sinal vermelho. O Flunimed, por exemplo, está em um processo de destruição total, porque perdeu o Thiago Neves, perdeu o Wellington Nem, Fred praticamente não joga mais esse ano, a patrocinadora também está tirando o corpo fora, o Luxemburgo está ameaçado…

Christ_on_Corcovado_mountain

Vice e Flamengo também estão em uma situação muito complicada. O Flamengo vai muito bem nos momentos em que a raça, amor e paixão contam muito, quando a Nação Rubro-Negra abraça o time ninguém segura e a Copa do Brasil para o Flamengo pode até ser uma boa, agora a regularidade de um Campeonato Brasileiro dificulta completamente.

Por mais que o Flamengo tenha ainda que lutar contra o rebaixamento, a ambição do Flamengo nesse semestre é morar em 10º lugar no Campeonato Brasileiro para disputar a Copa do Brasil, disputar não quer dizer ganhar. O Flamengo não pode ter o compromisso de ganhar a Copa do Brasil, porque não tem time para isso, mas a Copa do Brasil é o “salva temporada” de um monte de time mais ou menos nesse segundo semestre, e o Flamengo é um deles.

Em jogo truncado, Grêmio bate o Flamengo

para-carloscosta-fut-ae

Fala Calangada bem vestida!

Primeiramente quero começar este post mandando carinhosamente o Mano tomar no meio do seu cu. Porque ele insiste em manter Fernando no time? Pior, porque ele escalou o Val??? Acho que ele se meteu em uma roubada quando aceitou comandar esse elenco do Flamengo, errar todo ser humano erra, mas insistir no erro é foda! Acredito muito no trabalho a longo prazo dele no Flamengo, mas se liga Mano, seus números estão piores que o do Jorginho, hein?!

Logo no começo do jogo Chicão faz uma falta na entrada da área e dessa falta originou o gol do Gaymio. Felipe nem se mexeu, mas o maior culpado do gol não foi ele. Foi da barreira que abriu (veja na imagem abaixo). E o Felipe ainda defendeu um chute de Barcos no segundo tempo. O time do Flamengo é medíocre e todo mundo sabe disso, tem sempre a maior posse de bola nos jogos, mas não passa do meio campo, só chega na área adversária na base do chutão. E nesse jogo o Flamengo deu quantos chutes a gol? DOIS, apenas dois chutes a gol. Quem chutou? HERNANE, que entrou no jogo no final da partida, um chute aos 42 do segundo tempo e outro aos 47 do segundo tempo. Quanto a pagarmos 300 mil para o Marcelo Moreno jogar, foi uma decisão acertada, se ele não joga iria ter muita gente (inclusive eu) reclamando que a diretoria só pensa em dinheiro, e que com ele seria diferente. O problema não é o Moreno, é a porra da bola que não chega lá na frente!

para-carloscosta-fut-ae
(Foto: CARLOS COSTA/Futura Press/Agência Estado)

Mais uma vez vou falar sobre isso e agora vou falar muito sério. Chega de jogar no Mané Garrincha! CHEGA FLAMENGO, POR FAVOR! É para o seu bem. Porra, eu fui mais uma vez lá e vi mais uma vez de perto a bizarra torcida do Flamengo. O Mané Garrincha é um campo neutro para o Flamengo. Um lugar frio, com um torcedor que não sabe torcer! Dinheiro é necessário, mas mais necessário que dinheiro é inteligência. Deixa para jogar aqui quando o time alcançar 45 pontos. Precisamos pontuar e precisamos de torcida! CHEGA desse absurdo de jogar para turista ver. Vá para o Rio e seja feliz, Flamengo! É com dor no coração que eu digo isso, mas é a verdade!

Flamengo e São Paulo ficam no 0 a 0

felipe_glo_jorgewilliam

Fala Calangada bem vestida!

Mais uma vez fui ao Mané Garrincha, com o meu bom e velho companheiro flamenguista Dudu. Faltou você, Dercinho! Já quero começar dizendo que não vimos confusões no entorno do estádio, somente fiquei sabendo da briga do pré-jogo ao voltar para casa. Como em todos os jogos que fui do Flamengo no Mané Garrincha, o policiamento era bem displicente. Em todos os jogos temos que agradecer a Deus por não acontecer algo pior, como sempre não há revista. Nem aquele “engana trouxa”, NADA! Apenas pedem pra alguns levantarem as camisas, mas nada de detector de metal, abrir bolsa, mochila… Quer entrar armado no Mané Garrincha, seja bem-vindo!

eu e Dudu

Ficamos no setor inferior do estádio, com as duas torcidas misturadas. E isso é uma merda! Especificamente neste jogo, foi de matar ter que aturar a torcida de viadinhos! Vi muito mais Bambis do sexo feminino do que masculino e sabe como é mulher, né?! Qualquer passe certo, ainda longe da área, era uma euforia histérica. Gritinhos agudos nada condizentes com o futebol. Mas é muito bom ver o estádio repleto de mulheres e crianças.

E mais uma vez me decepcionei em ir ao setor inferior. Vou repetir mais uma vez, o torcedor de Brasília não sabe torcer, sabe no máximo duas músicas, não tem o cacoete de apoiar na hora certa, de calar a torcida adversária, tudo é festa, o resultado é o que menos importa. E o Flamengo em toda a sua história jogou com o 12º jogador ali, junto, fungando no cangote do adversário. Chegando em casa fui assistir ao jogo na TV. Na TV parecia que a maioria esmagadora era de rubro-negros e não era! Estávamos em 50% / 50%. E muitas vezes os Bambis calaram a nossa. Acreditem!

Mas, vamos ao jogo… Time nervoso, com jogadas esporádicas, bolas cruzadas para Hernane e Nixon atrasados e uma imensa avenida na nossa lateral esquerda. Por ali o Bambi se criou no primeiro tempo. Ainda assim tivemos as melhores chances e conseguimos imprimir certa velocidade. Na melhor chance, Nixon cabeceou pra baixo e Ceni fez boa defesa. E mais uma vez o Felipe colocou uma bola pra dentro do gol! Sorte que já tinha saído pela linha de fundo e sorte também que a mão nada santa de Aloísio foi flagrada e seu gol bem anulado.

O time do Flamengo morreu no segundo tempo, o jogo ficou aberto, e o Mano com certeza não treinou essa equipe para o contra-ataque previsível! O Bambi está desesperado com a corda no pescoço, óbvio que viria pro tudo ou nada, e nós não nos preparamos para matar o cervo paulista. Paulinho entrou no lugar do Nixon, que nada fez. Depois Moreno entrou no lugar de João Paulo e Andre Santos foi pra lateral. Vivemos momentos de tensão! O Bambi começou a entrar na nossa área, mas ainda bem que eles não sabem chutar. E para piorar ficamos com o cu na mão com o pênalti muito mal marcado. Aliás, vem se tornando rotina ser sacaneado pela arbitragem. Se o Bambi bateu bem ou mal eu nem vi, só foquei no Felipe e na sua defesa que fez com que o empate tivesse um gosto um pouco menos amargo.

felipe_glo_jorgewilliam
Foto: Jorge William / Agência O Globo

Bem, essa semana será foda! Raposa pela Copa do Brasil, e Gaymio no sábado novamente no Mané Garrincha pelo Brasileirão. Haja coração! Saudações Rubro-negras!

Coisas que só acontecem com time que vai cair

Bambi

Bambi

A crise do Bambi está se alongando e ficando cada vez mais rara, há muito tempo não se via o Bambi em uma situação como está hoje. O Curintias pelo preconceito que se tem sobre os que estão acima, Raposa, Bostafogo e Coxa, em função de campanhas irregulares de anos anteriores, você olha para mais baixo na tabela e pensa: “Huuuuuuuum, o Curintias vai chegar.”, o que não é uma certeza, mas era uma expectativa que havia semana passada e se tornou mais sólida agora.

Voltando a falar do Bambi, do mesmo modo que quando eu vi o Victor pegar o pênalti contra o Tijuana e pensei: “Aaaaaaaahhh não é possível, vai ser campeão!”, e isso se reproduziu até a final da Taça Libertadores. Olhando o jogo Lusa X Bambi eu pensei: “Isso só acontece com time que vai cair”. O time chega com fuso horário trocado, faz um péssimo primeiro tempo, toma o gol que mereceu tomar do Diogo, mas estava normal aquele primeiro tempo. Com 30 segundos do segundo tempo o Bambi empata e logo depois… PÊNALTI!!! Vai lá o Rogério Ceni, bate o pênalti no meio do gol e o Lauro pega o pênalti. O Bambi continua a jogar melhor, continua a criar chance de gol. O Diogo que fazia tempo que a gente não ouvia falar, vai e faz o segundo gol e ao final Ganso bate uma falta que a bola entraria, mas o Aloísio põe a mão na bola e o jogo acaba. Que ingrediente mais você quer? Coisas que só acontecem com time que vai cair.

Pular para a barra de ferramentas