O “Fantasma de 50” estará de volta ao Brasil na Copa de 2014

fantasma50

Um dos grandes orgulhos da seleção uruguaia é ter vencido uma Copa do Mundo diante do Brasil dentro do Maracanã, calando o estádio em 1950. E, ao garantir a vaga para mais um Mundial no país, a Puma, fornecedora de material esportivo da Celeste, publicou um vídeo alertando que “o Fantasma de 50 já está no Brasil”. E ele vai à praia, ao Pão de Açúcar e, claro, ao Maracanã. A campanha é obra da agência Notable com produção da Metrópolis Films.

A pergunta que não quer calar, esse fantasma ainda traz medo?

Se a CBF atender aos tópicos do ‘Bom Senso’, todos sairão ganhando!

reuniao-bom-senso-fc-cbf-2-size-598

A CBF está se fazendo de desentendida, embora domingo o Marin tenha dado uma declaração dizendo que a CBF está ouvindo todo mundo e está de portas apertas para o Bom Senso F. C. Está ouvindo todo mundo, mas não está ouvindo o Bom Senso F.C., porque o Bom Senso F.C. sabe que não está sendo ouvido.

Ontem a Folha de São Paulo trouxe uma boa matéria sobre algumas propostas de calendário que o pessoal está discutindo, e todas elas fazem todo o sentido. Mas com uma preocupação que eu acho que ainda não passou devidamente para a opinião pública, de dar temporada completa para todos os clubes, para que os clubes pequenos possam sobreviver à própria custa, sem que sejam acusados de vampirizar ninguém.

Só um filhote da ditadura pode tratar esse movimento como o Marin está tratando, como também está tratando o Marco Polo Del Nero, candidato a eleição do ano que vem na CBF, ambos filhotes da ditadura. Ninguém sonha que todas as reivindicações sejam atendidas e ninguém entra em uma negociação achando que tudo o que está querendo vai ser atendido. Porque procurei examinar de A a Z, e se todas reivindicações do Bom Senso F.C. forem atendidas ninguém sairá prejudicado.

Aí me lembro, por exemplo, do Brasil no tempo da inflação. Desde criança eu me interesso por política e afins, e pelo fato de ser criança eu não entendia a tal da inflação, muito mais pela minha ignorância, até hoje, em economia também. Eu pensava: “Se é tão ruim como todo mundo diz, se todo mundo se dá mal com a inflação porque ninguém acaba com ela?” Quando acabou logo se descobriu quem se dava bem. Teve a quebradeira dos bancos e precisou ter um PROER para salvar o sistema bancário brasileiro. Então, é claro que tem alguém que se dá bem com essa bagunça do nosso futebol.

Se a TV Globo ficar ao lado do Bom Senso F.C., o Bom Senso F. C. ganha. E essa é minha expectativa, que a TV Globo tenha executivos suficientemente sensíveis politicamente para perceber que tem um barril de pólvora ali. Então, se a CBF e a TV Globo não abrirem os olhos o Campeonato Brasileiro irá parar antes de acabar o ano.

reuniao-bom-senso-fc-cbf-2-size-598

Curiosamente todos os líderes do Bom Senso F. C. jogaram fora do Brasil e viram como funciona lá fora, é o caso do Paulo André, Alex, Cris, Seedorf… E houve um milagre com o advento do Bom Senso F. C., o Dida começou a falar! Eu não me lembro de ter visto uma entrevista do Dida, e está falando brilhantemente bem, é impressionante. Também vi uma entrevista com o Juninho Pernambucano na Rádio Globo RJ de tirar o chapéu, ele está praticamente com a carreira encerrada, porque se mete nisso agora? A contribuição que esses jogadores estão dando para o futebol brasileiro é inestimável. São os repatriados que chegaram aqui e viram que a eles podem mais, podem fazer melhor, e para todos.

O dia em que a bola parou de rolar

bom_senso_sao_paulo_flamengo

A noite de 13 de novembro de 2013 entrará para a história do futebol brasileiro. Legítima e pacífica, assim foi a manifestação dos jogadores das 14 equipes que foram a campo nesta quarta-feira. A faixa pedindo respostas à CBF e a paralisação das partidas por mais ou menos um minuto foi inesperada. Como foram as manifestações de junho no país. Lamentavelmente, a CBF acreditou que bastaria enrolar os jogadores para desmobilizar o Bom Senso F.C., o barulho, porém, é maior do que se pensa.

A CBF, mais uma vez, evidencia todo o seu despreparo para realizar as tarefas mais óbvias. Com 13 patrocinadores, a CBF não está nem aí para a qualidade do jogo por aqui. Fatura com a seleção brasileira e que se foda o resto do futebol brasileiro. A quarta-feira foi histórica!

bom_senso_sao_paulo_flamengo
Jogadores do São Paulo e Flamengo entram em campo com faixa do protesto do Bom Senso

É natural que o José Maria Marin, dos tempos da ditadura, só enxergue um caminho neste momento: o autoritarismo. O árbitro de São Paulo e Flamengo, Alício Pena Júnior, cumpriu a ordem do chefe e ameaçou punir os jogadores com cartão amarelo. Alício é parte de um futebol falido, que não leva mais de 14 mil torcedores em média às arquibancadas e que finalmente tem gente movendo-se para melhorar a situação. A dele, inclusive! A saída encontrada pelos jogadores foi surpreendente. São Paulo e Flamengo bateram bola por quase um minuto, imagem que vai correr o mundo por conta da deficiência intelectual da cartolagem e de um árbitro disposto a ganhar pontos com seus superiores. Alício dá Pena Júnior!

Então eu me pergunto: Que tipo de ordens a CBF costuma dar a seus árbitros? Quem inventa aberrações na regra é capaz de inventar mais o quê? Chegaria ao ponto de determinar o vencedor de uma partida? Preocupante!

Se a punição for o cartão amarelo, que seja. E que os clubes ajudem os craques do movimento Bom Senso F.C., assumam os riscos juntos, que os dirigentes insatisfeitos com o modelo atual protestem juntos. E deem cartão vermelho para esses filhos da puta! A CBF apenas se esforça para piorar a situação.

Gentileza gera…

jobson_instagram

jobson_instagram

O mundo do futebol às vezes é injusto e algumas vezes o bem vence o mal. Foi o que aconteceu na partida entre Al Nahda e Al-Ittihad, na Arábia Saudita. Em um gesto de pura esportividade, o polêmico atacante Jobson, ex-Bostafogo, deixou a fama de ‘bad boy’ de lado.

Aos dez minutos do segundo tempo, o público pôde assistir à cena incomum no futebol. Com a bola nas mãos, o goleiro do Al Nahdam, Taisir Al Antaif, tinha a bola em mãos e o cadarço da chuteira esquerdo desamarrado. Com luvas, o arqueiro não teria tempo hábil para amarrá-lo e colocar a bola em jogo. Assim, o atacante brasileiro teve um gesto nobre. O camisa 7 amarrou a chuteira e recebeu os cumprimentos do rival. O árbitro, por sua vez, ignorou e marcou a regra dos ”seis segundos”.

Inconformado, o goleiro só conseguia se lamentar. Os jogadores adversários também não entenderam muito bem o que estava acontecendo, mas o fato é que eles teriam uma ótima oportunidade de marcar o gol e desempatar a partida, que estava igualada com um 2 a 2 no placar.

E foi nesse momento que o fair play e o bom senso voltaram a falar mais alto. Leandro Bonfim, também brasileiro e companheiro de Jobson, cobrou a falta com um toquinho mixuruca, fazendo a bola deslizar inofensiva pela linha de fundo e recebeu os aplausos no estádio. No fim, tudo igual para as duas equipes com o empate em 4 a 4, e certeza que o futebol é que saiu ganhando com este episódio.

Nunca um CHUPA REGRA FDP foi tão elegantemente executado. E o Jobson, hein?! Será que ele está mesmo mudado agora que foi jogar na Arábia?

Veja tudo o que aconteceu no vídeo abaixo:

Fábio, o injustiçado na seleção.

fabio_treinocruzeiro

Faz tempo que acho que há um jogador no futebol brasileiro injustiçado em convocações da Seleção Brasileira, é o goleiro Fábio da Raposa. Já convocaram Deus e todo o mundo para o gol, inclusive o titular da Seleção Brasileira é um goleiro que não joga, mas tem cadeira cativa. O Júlio César não joga e quando treina se machuca e continua sendo intocável na Seleção Brasileira. Um nunca joga e o outro nunca luta! Vamos dizer até que ele mereça estar pelo currículo, porque o técnico tem confiança na experiência dele, mas não é possível que o goleiro do time campeão brasileiro, não é oficialmente, mas todo mundo sabe que já é, já deu até volta olímpica com taça de papelão, não seja chamado uma única vez. Já foi convocado o Jefferson, Diego Cavalieri, Diego Alves, Cássio, Victor… É impressionante!

fabio_treinocruzeiro

Estou falando isso tudo porque a atuação dele domingo, mesmo o jogo sendo 3 X 0, foi uma atuação digna de um goleiro de Seleção Brasileira a ser experimentado, pelo menos. A Seleção Brasileira, não sei se você sabe, joga sábado lá em Miami. Ninguém se lembra, o Campeonato Brasileiro está tão interessante e a final da Copa do Brasil com Flamengo e Patético-PR faz a gente esquecer, e com razão, da Seleção Brasileira, que vai jogar contra Honduras e depois vai jogar no Canadá contra o Chile. Então, acho que o Fábio teria que ser convocado, teria que ser testado, porque não é possível fazer mais do que ele está fazendo.

O reino animal do futebol brasileiro

pavao

O futebol brasileiro é tão curioso que podia ser decidido pelo time do Jardim Zoológico. Porque veja você, quem são as grandes atrações do nosso futebol brasileiro? O BOI Bandido, que faz gol, comemora dando voadora e virou xodó do BAMBI do GANSO. Quem é o xodó do Santinha? Flávio Caça RATO, que nesse final de semana entrou no final do jogo que já estava decidido, mas fez o gol no final e saiu carregado pela torcida. O outro é William PICA PAU, como joga bem esse rapaz do Vitória de cabelo colorido. O MOSQUITO desperdiçou a penalidade no Mundial sub-17 e não posso esquecer também do Walter, a BALEIA goiana, e do PATO no galinheiro. Essas têm sido as grandes atrações do nosso futebol por esse Brasil a fora. Então saúdo esse pessoal do reino animal.

A força da torcida

flamengo-maracana-torcida

O Patético-MG teria ganhado a Libertadores se não fosse a torcida? É óbvio que não! Foi a torcida que acreditou até o fim e fez aqueles jogadores se superarem com os gritos de: “EU ACREDITO”! Enquanto alguns times não existem sem suas torcidas, outros as veem como problema. É o caso do Bostafogo. A torcida bostafoguense atrapalha o time!

Vejamos o que aconteceu no clássico na última quarta-feira pela Copa do Brasil, o Bostafogo tem goleiro de Seleção, Seedorf e zagueiro revelação do Brasileirão. E o Flamengo, tem o que? Tem seu eterno craque, camisa nº 12: a Nação Rubro-Negra! A Nação ocupou 90% dos lugares no Maracanã, gritando e cantando o tempo todo. Quando você é abraçado pela Nação é fácil fazer três gols em um clássico decisivo. Tudo é possível quando se ouve o grito da Nação! Já a torcida do Bostafogo cadê?

flamengo-maracana-torcida

E existe a torcida selvagem. Eu gostaria de está amanhã no Serra Dourada apoiando meu time, mas é fato o perigo que os flamenguistas correrão na condição de visitantes pela selvageria goiana contra os mesmos. Eu já presenciei cenas horríveis nos arredores do Serra Dourada, como pedras voando em minha direção pelo fato de eu ser flamenguista e brasiliense, e dentre as pessoas que atiravam pedras estavam mulheres e crianças. E a polícia não fazia nada, ficando do lado dos agressores alegando o fato por sermos brasilienses. Veja as palavras do blogueiro Vagner Vargas, que nem de futebol fala, numa exceção em seu blog 3 Pontos. O que é isso? Terra sem lei? Goiânia sempre foi! Existe isso no Brasil? Sim!

Se não me engano, tudo isto aconteceu com o Bambi rachando estádio com o Pamonha, não havia a limitação dos 17% impostas ao Flamengo nesta semifinal de amanhã pela Copa do Brasil. Limitação esta que possivelmente esteja fazendo flamenguista comprarem lugares de esmeraldinos, mesmo para ficarem à paisana. Bomba atômica!

Eu defendo o não preconceito regional, mas os goianos são verdadeiros bárbaros! Infelizmente Goiânia é terra de ninguém, sem controle. Não é possível que cenas assim sejam registradas amanhã. E se forem, é caso sério de algum tipo de medida ou intervenção. Sabe o que é pior, o Pamonha ESTÁ punido, só que algum JÊNIO lhe deu efeito suspensivo! Quem foi o responsável pelo efeito suspensivo dado ao Pamonha? Talvez essa seja a explicação: o presidente do Pamonha era membro do STJD. Recomendo aos flamenguistas a irem à paisana. De preferência nas numeradas.

O Brasileirão precisa se destacar na América do Sul

brasileiro

É preciso hierarquizar as competições nesse país! Porque os times brasileiros valorizam tanto a Libertadores? Já que é um torneio que tem os problemas que tem, que paga pouco, que os times brasileiros jogam muitas vezes com times de pouca expressão no cenário sul-americano? Valorizam porque é apenas uma conquista internacional! Mas enquanto a Libertadores não é uma “Champions League” o Campeonato Brasileiro pode ser.

brasileiro

A “Champions League” da América do Sul precisa ser o Campeonato Brasileiro; pela quantidade de dinheiro que envolve, pela quantidade de patrocinadores que tem, pela quantidade de gente que assiste, inclusive na Europa, porque hoje ele é transmitido na Itália, Espanha, China… O Campeonato Brasileiro pode ter a pretensão de ser um grande campeonato da América do Sul sim! Basta a CBF ou uma futura Liga de Futebol Nacional querer.

Tudo tem um limite

rogerioceni_penalti_rib-3.jpg_47

Eu não consigo acreditar que depois de tanto pênalti perdido o Rogério Ceni ainda seja o batedor oficial do Bambi. Volta sempre à tona aquela pergunta: Será que cabe a ele a responsabilidade de ainda tentar bater de novo e não deixar na mão de um jovem? Tudo tem um limite, inclusive limite para o número de pedidos de desculpas que ele tem feito. Porque não adianta fazer lambança e pedir desculpa inúmeras vezes e em momentos graves. Se ele no gol está bem, que teve até um momento muito ruim esse ano, está ótimo! O cara que sai do gol para bater pênalti tem que ser um cara EXEMPLAR! Ele pode ter sido, mas não é mais faz tempo. Então, não é hora mais de bater.

rogerioceni_penalti_rib-3.jpg_47
(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

O Aloísio é o segundo batedor oficial e não estava em campo, mas será que em um time de jogadores profissionais, onde os caras treinam todo dia, desde a divisão de base, não tem ninguém que possa bater? Se não tem o Rogério Ceni em condições não tem um segundo ou terceiro batedor? Tem que sobrar para o Rogério Ceni? Aí fica a dúvida… Será que é prepotência dele? Será que ele quer ser a estrela do time a qualquer custo? Porque se faz: 1 X 0 Bambi, o jogo estava terminando, gol do Rogério Ceni e aí vira a personagem do jogo. E quem virou o personagem do jogo foi o Cássio!

O Bambi perdeu mais uma oportunidade. Foi assim contra a Lusa, foi assim contra o Criciúma e agora contra o Curintias. Se tivesse convertido esses gols a situação do Bambi estaria tranquila, não tão numa boa porque os times estão muito perto um do outro, mas não estaria nesse sufoco que está.

O Cruzeiro parece time de outro planeta

crunilton_wa_1809131157

Na hora que estava 1 X 1, Timbu e Raposa, pensei comigo: “Será que é hoje que vão tirar um pontinho? Será que a distância vai diminuir?”, mas logo o jogo terminou  4 X 1 para a Raposa, dá gosto de ver a Raposa jogar. Com a goleada sobre o Timbu, a Raposa não só manteve os 11 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Gaymio como também bateu um novo recorde da era dos pontos corridos. A Raposa está invicta há 12 jogos. Neste período, venceu 11 e empatou 1. São 34 pontos de 36 possíveis, série jamais vista desde que o campeonato passou a contar com dois turnos, em 2003. A Raposa está muito diferente dos outros times. Se compararmos as atuações da Raposa com as atuações, por exemplo, do Clássico dos Milhões, o clássico que reuniu a maior público da rodada, parece time de outro planeta.

crunilton_wa_1809131157
(foto:Washington Alves/VIPCOMM)

Ainda bem que tem um time que dá gosto, porque os outros não estão dando esse gosto. Principalmente os times do Rio de Janeiro e São Paulo, com exceção da Portuguesa que faz um 2º turno brilhante. Mas é o Campeonato Brasileiro mais emocionante de todos os tempos, não pelo título que já está decidido, mas por tudo que está acontecendo. Porque pode dá qualquer coisa! O campeonato está tão embolado, tão confuso, tão pouco distante um time do outro que se você falar que o Curintias vai cair não é uma barbaridade, mas se você falar que o Curintias pode ficar no G4 pode acontecer. Se você falar que o Peixe pode ficar na Libertadores, porque ainda tem aquela chance de ter mais vagas por causa do Patético-MG e do campeão da Copa do Brasil, é possível, mas o Peixe pode cair? É muito difícil, mas quem sabe?

Pular para a barra de ferramentas