A Elite Rubro-Negra

flamengovazado

Como alguns já devem saber, na sexta-feira (22/03/2013), por um erro, a página do futuro projeto sócio-torcedor do Flamengo foi disponibilizada e logo em seguida sendo tirada do ar no site oficial do Flamengo. O Flamengo pretende lançar esse projeto em abril, fruto da votação no Conselho Deliberativo aprovando o contrato com a Golden Goal. Pois bem, eu dei um print screen e convido você a analisar o tema e destrinchar as modalidades do programa que deve estar disponível a partir de 15 de abril. Veja:

flamengovazado

Benefícios:

  1. Prioridade na compra de ingressos por plano: Compra de ingresso com comodidade e antecedência.
  2. Direito de preferência à compra de ingressos adicionais: Podem-se adicionar dependentes com acréscimo de 30 reais por dependente no valor do seu plano. O número de dependentes varia de acordo com o plano adquirido.
  3. Comunicação sobre abertura de venda e aviso de encerramento da preferência de vendas de ingressos: Aviso sobre abertura da compra antecipada e prazo pra término desta compra por e-mail.
  4. Acesso à rede de desconto Movimento Por Um Futebol Melhor: Acesso aos descontos do programa da Ambev.
  5. Desconto no ingresso: Os percentuais de desconto serão informados na abertura da venda de ingressos, ou seja, variará todo jogo e provavelmente será maior nos jogos sem importância e bem menor em jogos decisivos e contra grandes times.
  6. Compra de ingresso online: Possibilidade de comprar ingresso pela internet, entretanto isso já é possível hoje em dia.
  7. Certidão e Identidade do Cidadão Rubro-Negro para impressão.
  8. Atendimento via e-mail.
  9. Cartão-ingresso personalizado por Plano.

Categorias e seus benefícios:

  • Todas as categorias tem direito aos benefícios de 4 (incluso) a 9, dos listados acima.
  • Raça: R$ 39,90 por mês, com prioridade 6 no benefício 1.
  • Raça+: R$ 69,90 por mês, com prioridade 5 no benefício 1.
  • Amor: R$ 99,90 por mês, com prioridade 4 no benefício 1 e direito a 1 no benefício 2.
  • Amor+: R$ 129,90 por mês, com prioridade 3 no benefício 1 e direito a 2 no benefício 2 e prioridade 3 no benefício 3.
  • Paixão: R$ 159,90 por mês, com prioridade 2 no benefício 1 e direito a 2 no benefício 2 e prioridade 2 no benefício 3.
  • Paixão+: R$ 199,90 por mês, com prioridade 1 no benefício 1 e direito a 3 no benefício 2 e prioridade 1 no benefício 3.

Sendo isto mesmo, impossível não concluir de antemão que o tão divulgado (e aguardado) projeto do Clube de Regatas do Flamengo será um retumbante fracasso. É amplamente sabido que um projeto de sócio-torcedor precisa se basear no seguinte tripé:

  1. Benefícios
  2. Ingressos
  3. Direito a voto

Além de não oferecer direito a voto, frequência mínima ao clube (o que de fato seria desnecessário), desconto na compra de produtos oficiais no site do Flamengo ou em lojas e, sequer, oferecer descontos na compra de ingressos, o programa ainda oferece benefícios que o torcedor já tem, afinal hoje os portais de esporte já anunciam a data de início das vendas de ingresso, se você tiver cartão Itaú paga meia-entrada e até, sob algumas condições, o usa como ingresso, a ouvidoria te atende por e-mail e a compra online já existe.

Um dos grandes erros do Cidadão Rubro Negro (2009) foi basicamente oferecer escassos benefícios. Eis que a agora a turma de “profissionais do BAP” focou o projeto de maneira extremamente exagerada na questão dos ingressos e nada mais! Benefícios continuam sendo escassos, nem camisa oficial do clube se pode ganhar?! E olha que existe modalidade de R$ 199,90 mensais! O único benefício real é a adesão ao sistema de descontos da Ambev. Possivelmente seja pouco para tirar o torcedor de sua zona de conforto.

Dando uma olhada nos principais projetos sócio-torcedor mundo afora não se verá nada parecido com estas modalidades de R$ 159,90 e R$ 199,90 mensais. Lembrando que estes valores, em princípio, serão para frequentar o Engenhão, de colossal índice de rejeição por parte das torcidas cariocas. E o Off-Rio? Que vantagem verá um flamenguista que não mora no Rio de Janeiro em se associar sendo que os benefícios recaem sobre os ingressos, ou seja, para o torcedor do Rio de Janeiro?

Definitivamente, estes três primeiros meses do marketing pertencente ao “mago BAP” parecem caminhar para a completa decepção. “Comunicação sobre abertura de venda e aviso de encerramento da preferência de vendas de ingressos”. Isso lá é benefício? Uma comunicação bem feita em se tratando que o torcedor é um cliente, um consumidor, não seria é mais que obrigação? E olha que essa da “comunicação” é colocada como dos grandes benefícios, a ponto de haver, para ela, “prioridades 1, 2 e 3”! Façam um favor… Os responsáveis precisam compreender que não tem cabimento facilitar a compra de um produto cujo apelo inexiste, sejam quais forem as condições.

Durante a eleição o discurso era de aproximar o Flamengo do torcedor. Em matéria sobre seus 60 anos, o presidente Bandeira de Mello reforçou que quer aproximar o Flamengo da torcida, principalmente daquela que está longe. Contudo, em declarações recentes, Bap disse que o torcedor comum tem que ver os jogos pela TV e só aqueles que podem pagar caro podem ir aos jogos e Wallim disse que só quem é sócio pode reclamar, o recado foi claro: O Flamengo é artigo de luxo, só acessível a elite. Se mesmo assim ainda duvidarem do recado, pensem nos pacotes de R$ 199,90 para ir aos jogos no Engenhão e o porquê de insistirem com eles? Querem atrair turista e torcedor que ganha mais de 10 salários mínimos por mês.

É bom lembrar que a principal iniciativa de marketing nestes três meses foi encampada da torcida, o “Zico 60”. O lance da estátua foi para solucionar uma injustiça histórica, fato. Mas em termos de receitas, apenas lançou-se uma camisa comemorativa. Além disso, o Cadastro Rubro-Negro, com divulgação aquém do necessário e baseado em estampa no uniforme de jogo. E por fim, a vinda da Peugeot, com valores bastantes abaixo do esperado. Tá cedo? Tá cedo! Mas já está na hora dos primeiros resultados.

A nova diretoria do Clube de Regatas do Flamengo precisa entender que não é porque a Patrícia Amorim não fazia nada que qualquer merda será aplaudida. O novo Flamengo não é Raça, Amor e Paixão e sim Arrogância, Indiferença e Segregação. Para ser “O Mais Querido” e ter a maior torcida do mundo, não se pode olhar pra carteira, pra cor da pele ou naturalidade. Saudade do orgulho de ser mulambo!

Saudações Rubro-Negras!

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas