MOSTRA DE CURTAS NO BRASÍLIA SHOPPING

mostra_de_filmes
mostra_de_filmes
O Brasília Shopping promove quartas cinematográficas do Teatro Brasília Shopping, com o projeto Mostra de Curtas. A proposta é propiciar às pessoas a oportunidade de conhecerem como a vida em Brasília é retratada pelos cineastas da cidade em vários curta-metragens, especialmente selecionados pelo dramaturgo Maurício Witczak. O Mostra de Curtas exibe semanalmente o trabalho de grandes talentos da capital.
Dia 1 de Maio – 20h
– “Dia de Visita”, de André Luiz da Cunha Sinopse: Dona Sônia vai ao presídio. é dia de visita.
– “O princípio da incerteza”, de Cauê Brandão. Sinopse: Garoto é obrigado a amadurecer precocemente após passar pela difícil experiência de acompanhar a separação dos pais.
– “Severino quer gravar”, de Jetro Osytek de Castro; Sinopse: Embalado pela banda “Pé de cerrado”, apresentamos Severino, um matuto do interior querendo gravar sua música.
– “Um Par”, de Gabriel Ramos: Sinopse: Um filme que reflete sobre as relações da vida.
Dia 8 de Maio – 20h
– “Suco de beterraba”, de Marcelo Diaz Sinopse: Um aposentado “bon vivant”, fumante, chegado a umas cervejinhas e a uma feijoada, enfrenta a marcação cerrada de seu filho, um médico que tenta regrar sua vida.
– “Só Sofia”, de Adriana Vasconcelos Sinopse: Inspirado num poema de Florbela Espanca retrata um pouco do universo feminino.
– “Angélica Acorrentada”, de Anna Karina de Carvalho Sinopse:
Angélica é uma mulher aristocrática e misteriosa que recebe um casarão de herança em uma idílica cidade. Ao achar um quadro escondido no porão da casa, coisas estranhas começam a acontecer e logo a vida da protagonista tomará um novo rumo.
– “Hereditário”, de Sérgio Lacerda e Jouil Carvalho Sinopse: Um pai, três irmãos , um destino.
Dia 15 de maio – 20h
– “Dim” de Nirton Venâncio Sinopse: Documentário sobre trajetória do artista plástico Dim, mestre da cultura popular.
– “Prisões”. De Bernardo Bernardes Sinopse: Uma curta trilogia sobre prisões psicológicas.
– “Âmago”, de Antonio Balbino Sinopse: Enquanto o artista se prepara para entrar em cena, ele relembra de momentos vividos. Mas o que realmente está sentindo parece ficar somente em seu âmago.
– “Zé(s)”, de Piu Gomes Sinopse: Uma coincidência cósmico-semântica. Zé, Teatro, Oficina. Zé Celso Martinez Corrêa, diretor do Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona, de São Paulo. Zé Perdiz, mecânico de Brasília cuja oficina se transforma em teatro. Vidas paralelas. Encontro cinematográfico.
 Dia 22 de maio – 20h
– “Quase de Verdade”, de Jimi Figueiredo Sinopse: Dono de uma pequena livraria mantém um enigmático relacionamento com uma funcionária.
– “A Descoberta do Mel”, de Joana Limongi Sinopse: Uma mulher se banha de mel e folhas, na sua embriaguez descobre uma dimensão mitológica onde sátiros fazem cortejo a Dionísio, Deus grego do vinho, das colheitas, da transformação. Baseado na pintura de Piero Di Cosimo.
– “O tempo do plano”, de Bruno Torres. Uma homenagem a Brasília, feita pra registrar os seus 50 anos.
– “Mamãe ta na geladeira”, de Douro Mouro Sinopse: Desempregado assume a identidade da mãe para esconder a sua morte e não perder as mordomias de suas pensões vitalícias.
 Dia 29 de maio – 20h
– “Filhos do cerrado”, de Gilney Maia Sinopse: Documentário que registra um protesto popular no centro da capital federal.
– “Sob o encanto da luz”, de Dirceu Lustosa Sinopse: Respiração. As águas sempre guardam um segredo. Um salto. O profundo e a luz. E com um sopro o tempo pode parar.
– “Brasil a pé” de RC Ballerini Sinopse: Brasília a pé.
– “Apenas um saxofone”, de Héber Trigueiro Sinopse: Baseado no conto homônimo de Lygia Fagundes Telles
Serviço
Mostra de Curtas no Brasília Shopping
Local: Teatro Brasília Shopping – SCN, Quadra 05, Bloco A
De 01 a 29 de maio. Quartas, às 20h
Entrada Franca

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas