A seca chegou!

21129_494693313917055_1858347726_n
Aderson Ribeiro da Silva curti este post

21129_494693313917055_1858347726_n

Com a chegada do período de estiagem no Distrito Federal, que vai de maio a setembro, é bom evitar problemas de saúde próprios do período, principalmente em crianças e idosos. Além dos problemas respiratórios que as mudanças bruscas de temperatura do período da seca podem provocar, a exposição prolongada ao sol e à baixa umidade podem causar queimaduras, desidratação, sangramento nasal e disenteria.

É recomendável umidificar o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas e recipientes com água e permanecer em locais protegidos do sol, em áreas com plantas, que contribuem para o aumento da umidade. Outras ações, como alimentação leve, preferência para sucos e frutas, uso de roupas leves e claras, sombrinha, protetor solar e óculos de sol e evitar banhos quentes e demorados, também ajudam a amenizar os efeitos do clima.

Outra preocupação nesse período são os incêndios florestais que ameaçam a vegetação e a fauna e podem ser evitados com medidas simples, como:

· Não jogar pontas de cigarro pela janela do carro e nem fumar em locais com vegetação densa;

· Em acampamentos, evitar fazer fogueiras, mas se for realmente necessário, deixar sempre alguém vigiando e apagar totalmente antes de se afastar do local;

· Orientar e monitorar as crianças para não brincarem com isqueiros e fósforos, principalmente próximo a vegetações;

· Não deixar garrafas ou pedaços de vidro próximo em matas;

· Não elimine lixo ou entulho com o uso do fogo;

· Em caso de queima controlada para fins agropastoris, é necessário solicitar autorização ao IBAMA-DF;

· Provocar incêndio em mata ou floresta é crime. A pena aos infratores é de dois a quatro anos de prisão e multa. Se o crime é culposo, a pena é de detenção de seis meses a um ano e multa.

· Utilizar fogo para limpeza de lote ou queima de lixo é crime ambiental.

Em caso de incêndio, comunique ao Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal pelo telefone 193.

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas