GIL70

Gilberto Gil na exposição Gil 70
Gilberto Gil na exposição Gil 70
Gilberto Gil sempre foi um artista que levou muito além dos limites de sua arte todo o potencial criativo que compartilha com seu público e seus pares. Músico, poeta e cantor de mão cheia, ele ainda articulou em sua profissão diálogos com áreas como o cinema, a televisão, o teatro, a ecologia e a cultura digital.
Desde o período em que lançou ao lado de amigos as bases transgressoras e inovadoras do Tropicalismo, Gil nos mostra através de suas ações que o artista pode arriscar e investir em papéis múltiplos na sociedade. Sua atitude aberta ao mundo e ao novo foi uma espécie de guia para que ele se tornasse ativista das causas em que acredita e assumisse o desafio de cargos públicos como o de vereador por Salvador, e o de Ministro da Cultura.
Todas essas faces estão de alguma forma contempladas na exposição GIL70, que convocou um conjunto eclético de artistas que entrelaçam gerações, linguagens, suportes e áreas de atuação da mesma forma que a obra de Gil entrelaça temas, ideias e sensibilidades.
Os trabalhos reunidos ou foram concebidos especialmente para a exposição ou são inéditos no formato expositivo. Os multimeios utilizados mostram que falar de Gilberto Gil é falar de todos nós, em todos os sentidos.
Participam da exposição: Carlos Adriano, Ricardo Aleixo, Arnaldo Antunes, Lenora de Barros, Vivian Caccuri, Adriana Calcanhotto, Augusto de Campos, Ivan Cardoso, Antonio Dias, Eduardo Denne, Bené Fonteles, Lula Buarque de Hollanda, Jarbas Jácome, Gabriel Kerhart, Raul Mourão, Carlos Nader, Antonio Peticov, Gualter Pupo, Omar Salomão, Daniel Scandurra, Ariane Stolfi, André Vallias, Caetano Veloso, Andrucha Waddington e Luiz Zerbini.
Serviço:
GIL70
Museu Nacional da República – Setor Cultural Sul, Lote 2
De 13 de março a 28 de abril. De terça a domingo, das 9h, às 18h30
Entrada franca
Classificação indicativa: Livre

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



Leave a Reply

Skip to toolbar