Pelo direito de protestar

Congresso do povo
Aderson Ribeiro da Silva, Eduardo Santos curtimos este post

dilmaBom dia Brasil! O gigante acordou, achei que não fosse conseguir ver isso acontecer. Mas aconteceu! E o povo está nas ruas e chacoalha o Brasil. Uma semana de protestos e a mídia e os políticos insistem em dizer que é pelo preço do ônibus, SERÁ QUE EU VOU TER QUE DESENHAR???

A coisa mais bonita que eu vi desde que cheguei em Brasília foi o povo na rampa e no teto do Congresso na segunda-feira (dia 17/06/2013). E eu estava lá! Não poderia ficar vendo o Brasil mudar sentada do sofá da minha casa. As pessoas dizem: “tenho medo que não mude nada.” OOOO meu filho, já mudou!!! Não me diga que você nunca disse que o povo brasileiro é pacato e só leva porrada sem fazer nada. Mudou, não viu? É com bagunça? É com baderna? É, é sim.

Ou melhor, na verdade não é não!!! Essa baderna não existe. Essa história de que é baderna eu nem preciso falar quem foi que inventou e influenciou essa merda na cabeça da população e dos próprios manifestantes, né? E eu nem duvido nada que grupinhos foram pagos só para dar Ibope para hora do jornal fuleiro que todas as pessoas insistem em ver, para que esses mesmos jornais possam desmoralizar o movimento. Sim são os jornais que desmoralizam e não as pessoas. E não siga a dica (que só pode ser de polícia retardada) que manda você sentar quando tiver baderna, vá para para o outro lado senão vai ser pisoteado ou levar porrada junto. O trabalho de identificar é da polícia e não seu, relaxa que a TV também está fazendo isso por você. Mas quem está cuidando da sua segurança é só você mesmo, eles não, então se cuide e  não vai ficar vacilando sentadinho no meio da confusão.

Voltando ao Congresso, eu vi como o povo conseguiu influenciar o clima polítoco. Acharam que não? Pois saibam que sim. Na terça-feira os parlamentares estavam nervosos, qualquer projeto de empréstimo que eles sempre aprovam sem mais nem menos era motivo de briga, de tensão. PT e PMDB se enfrentando, bate boca no meio das comissões. E claro, como nunca pode faltar, os aproveitadores. Eu até postei o senhor Lindbergh Farias (PT, candidato ao governo do RJ, aquele aproveitador do fora Collor) colocando em votação um projeto para que os governos federal, estaduais e municipais abaixassem os impostos para diminuir as passagens (eu já disse que não é só isso! Saco!), mas o bonitinho não disse que para isso não precisa de projeto, basta a boa vontade porque os governos tem autonomia para isso, assim como alguns já fizeram. Calango ele não engana, e a gente conta tudo!!! Aqui não tem massa de manobra!

E o discurso da Dilma dizendo que apoia as manifestações? Segundo calote do dia! Porra, eu vi sua cara na hora da vaia na abertura da Copa das Confederações (pessoas insistem em dizer que não era para ela, então era para mim. Qualquer pessoa levaria a vaia? Talvez! Mas quem estava lá era ela e foi ela quem o povo vaiou). Vou contar! O ministro Gilberto Carvalho tinha acabado de falar no Senado que a Dilma não estava entendendo o motivo das manifestações. Ninguém do despreparado governo estava esperando. Ela faria o discurso no gramado e desistiu, e depois desistiu de novo do discurso do Joseph e do dela também na tribuna. E o respeito ao fair play? Eles não respeitaram ninguém e agora pedem respeito? O povo mostrou que não é otário. Acabei de ver ali a Record News filmando agora a noite uma reunião no Planalto sobre as manifestações, quem foi que não percebeu que era coisa armada? Todo dia tem mesmo uma reunião no Palácio que todo mundo vê pelos vidros o conteúdo dos slides, ahannnn senta lá!!!

E a nossa democracia? Está na hora de olharmos para as coisas como elas são, sem utopias. O Congresso não é seu, o Itamaraty não é seu! Não venha falar que é do povo porque não é, a gente só acha que é. Vai entrar lá para você ver, se não estiver muito bem identificado e, dependendo do dia, nem assim consegue. Se fosse do povo, por que o ANDRÉ VARGAS (PT/ Vice-presidente da Câmara, o culpado!) pediria um milhão de policiais só para o povo não subir na rampa e no teto do Congresso? Não é do povo? Pensei em vários motivos: porque o povo não é digno e nem se compara aos deputados; porque lá em cima não dá para descer o cacete; porque sujou o mármore; ou também porque não é seu!!!!

Por que a polícia jogou bombas na galera que estava tranquilamente manifestando só para dispersar da frente do Congresso? Várias respostas: Porque não é seu (encaixa em todas!); porque eles queriam dormir; porque o Agnelo mandou; porque a Dilma mandou; porque o André Vargas mandou; porque o Renan mandou; porque eles queriam mostrar quem é que manda.

E aí vem reclamar que quebraram o Itamaraty, não era uma coisa lógica que se você jogar bombas no meio de uma multidão de mais ou menos 100 mil pessoas insatisfeitas você está pedindo uma reação? Ninguém estava lá para passear, é porque está insatisfeito com alguma sacanagem desses políticos. Eles já sabiam que isso iria acontecer, eu já imaginava, a não ser que a equipe e a própria PM seja muito despreparada mesmo.

Por que as pessoas não podiam passar por alguns lugares para buscar seus carros? Andar na rua, um direito básico dessa democracia fake não foi atendido. O policial não soube me responder onde estava o meu direito de ir e vir, nem dos outros tantos que estavam ali, em paz, tranquilos. Ficou lá engasgado e deve estar até agora.

Deixa o povo entrar, deixa o povo passar, deixa o povo protestar. São várias pessoas, pedindo para que seus pleitos sejam atendidos. Claro, pela primeira vez desde as Diretas já! (e hoje tinha mais gente) as pessoas tem oportunidade de se unir pedindo uma mudança. Ouvi pessoas dizendo que faltam motivos, que faltam propostas: então vão lá e olhem, tem um milhão de motivos e um milhão de propostas. Não precisa ser o seu motivo, apenas o simples direito de estar lá já justifica. Eu quero um país melhor, e começo a ter esperanças. Vamos cobrar, vamos para as ruas. Reclamar em casa é a mesma coisa que nada, e você reclama que os políticos não fazem nada. O Brasil está mudando, mude você também. Eu mudei, todos mudaram e quanto mais pessoas estiverem nas ruas mais vamos conseguir mostrar ao mundo a nossa força.

Por um país melhor, vejo brasileiros em várias cidades do Brasil e do mundo clamando por essa mudança. Nós amamos esse país e já passou da hora de mostrarmos que isso tudo é do povo sim! O Mundo viu que nós vimos, o mundo vê que nós amamos o Brasil.

E senhor político, não adianta fingir que não viu porque nós, calangos, estamos de olho e cuidando do Brasil. #calangoCongresso do povo Jornal alemão Ministérios 1 rampas cheias Calangos

Siga o portal dos Calangos nas redes sociais



7 Responses to Pelo direito de protestar

  1. Profile photo of Cida Garcia
    Cida Garcia 21 de junho de 2013 at 15:55 #

    Então…eu estava lá ontem e estive lá ha vinte e um anos atras…
    Ontem vi coisas diversas, vi pais e filhos manifestando juntos, vi muitos jovens que não tinham ideia do que estavam fazendo lá, vi pessoas realmente comprometidas com o movimento, mas algo me chamou a atenção, como vários manifestante se sentavam todas as vezes que começava um tumulto, numa clara demonstração de que a maioria não ia aceitar ser manipulada, por que é justamente isso que vários seguimentos estão tentando fazer, e é isso por exemplo que a rede esgoto de televisão vem querendo fazer, e como não está conseguindo agora tenta desqualificar o movimento, tentando colocar o povo contra o povo, tenta colocar medo na população dizendo que há conflitos violentos, mente sobre a quantidade de pessoas no manifesto chega a ser patético, mas o povo responde de uma forma bacana, cada dia mais e mais pessoas vão para as ruas, você percebe que as pessoas simplesmente não aceitam mais o rumo que a mídia quer dar ao manifesto e vai as ruas e até dá uma demonstração de educação e cidadania, outro ponto interessantíssimo é o repudio a todo e qualquer bandeira politica partidária que se apresente,e a TV não ficou fora desse desprezo ontem vi cinegrafista ser literalmente expulso do manifesto oi? isso mesmo, então esse movimento não é parecido com nada visto antes aqui no Brasil, muito menos os caras pintados eu estive e fui, não me envergonho fiz o que achava que era certo na época, não tinha noção que estava sendo manipulada mas apoiava meus professores na luta deles, por que para quem não sabe na época não existia redes sociais fomos “Incitados e orientados” dentro das salas de aula pelos nossos professores, inclusive dispensados das aulas e estimulados a ir pois nós éramos o futuro da nação!!!!
    Hoje é diferente, a comunicação é outra, a “paciência” com a corrupção se esgotou, o conhecimento de nossos direitos também é outro, não quero que a Dilma saia ou fique quero que o Modo de governar desse pais mude, com ela ou sem ela, não me importa eles todos são nossos funcionários devem agir como tal e parar imediatamente com esse modelo antigo, as reivindicações são claras, só não vê quem não quer.

  2. Profile photo of Eduardo Santos
    Eduardo Santos 21 de junho de 2013 at 18:10 #

    Cida,

    Legal o seu comentário. Eu fiz o que achava que era certo à época dos caras-pintada, mas não me preocupei com as consequências e não vi que tinha alguém mais esperto do que eu tirando proveito da situação. Não queria que isso acontecesse agora, como bem alerta a Renatinha.

    mas que, o fato de haver mais de um milhão de pessoas na rua em mais de CEM CIDADES é o mais importante, disso eu não tenho dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas