Cinema – Crítica Man of Steel – O Superman tratado como deve ser

Man-of-Steel-Fanart-Wallpaper-man-of-steel-34401241-1920-1080

Man-of-Steel-Fanart-Wallpaper-man-of-steel-34401241-1920-1080

Faaaaala Calangada!

Muitos já ouviram a frase: Para o Alto e Avante! O que ela significa para você? Para mim, remete ao super-herói mais poderoso de todos os tempos, Superman. Não li tanta coisa assim do Superman, mas, acredito que li uma de suas principais sagas: A Morte do Superman. Nela, toda a mitologia do herói é explicada e detalhada. A ação e a emoção desta saga me fez ver o “azulão” com outros olhos.

Eis que me deparo com Man of Steel, O Homem de Aço. Ao ver na telona Henry Cavill (Superman/Clark Kent/Kal-El) já notei que aquele realmente é o Super. Queixo quadrado, Corpo de Superman (uiuiui) e atitude. Uma excelente escolha do casting do filme. Detalhe: Cavill fez o teste para Bruce Wayne para a nova trilogia de Batman, e perdeu para Christian Bale. Acho que podemos agradecer isto.

O filme definitivamente tem um tema de ficção cientifica, e não de ação. E porque? Ora bolas, o Super é um E.T, um alienígena! Nada mais normal do que isto. E isto é jogado ao telespectador desde a aparição do logo da Warner, cravejado de dialetos alienígenas até ao final dramático da fita.

No primeiro ato do filme, vemos a queda de Krypton, planeta natal de Kal-El (Este é o nome Kryptoniano do Super. Se você não sabe isso… que burro! Dá zero para ele!) Jor-El, pai do Homem de Aço, interpretado fantásticamente por Russell Crowe, é um dos líderes do planeta. Krypton está em cataclisma iminente. A única forma de seu filho Kal-El sobreviver é manda-ló para outro planeta, plano este que quase foi anulado por conta do General Zod (Michael Shannon) um tirano que deseja salvar Krypton a qualquer custo. Após a fuga de Kal-El de Krypton, levando juntamente um artefato chave para a salvação do planeta, Zod toma como missão recuperar este artefato e destruir tudo e qualquer um que estiver em seu caminho.

Após a partida de Kal-El e a queda de krypton, vemos alguns flash da infância de Clark, e tudo o que ele passou que construiu a sua personalidade altamente altruísta. Muitos dos valores passados por seus pais adotivos, Martha (Diane Lane) e Jonathan Kent (Kevin Costner). Kevin Costner é outro grande presente no filme, trazendo a parte humana de Clark a tona, ensinando-o a guardar seu segredo a todo custo.

A Lois Lane do filme (Amy Adams) também não decepciona, e, demonstra o lado ousado da repórter, algo que é muito frequente nas HQs. O casal tem química, e faz você comprar o zelo que um tem pelo outro.

As cenas de ação são um espetáculo a parte, tendo toda destruição de uma revista do Superman, com direito a uma SUPER pancadaria, destruição de prédios e duelos de super poderes. Ai é que se encontra um pequeno problema do filme. A pancadaria “massa veio” se estende demais, e, com o decorrer dos fatos, você já está meio que anestesiado com tanta destruição. Acho que se algumas partes fossem cortadas, o filme teria uma nota maior.

A trilha sonora da fita conta com Hans Zimmer, que teve a missão de duelar com o clássico tema de John Williams. O resultado foi uma trilha muito emocionante, que embala todo o filme. A cena do primeiro vôo do Azulão, levado juntamente com a trilha, te leva junto e te tira levemente da cadeira do cinema.

Qual o resultado de tudo isso? Um grande filme de Super-Herói, como deve ser. Com muita pancadaria, com uma história que conta uma boa origem do Super e com grandes poderes! O que é mais importante.

Como todo filme, ele possui alguns pontos fracos. A história tem alguns furos e alguns personagens tem motivações um pouco vagas. A tecnologia de Krypton as vezes te deixa meio confuso, fazendo você comprar o “tecnoblabla” que os personagens soltam no filme, como:”Eles estão fazendo um campo de antigravidade na terra, o que bla bla bla Krypton bla bla bla Motor Fantasma e mais bla bla bla”.

O final conta com um grande duelo entre Superman e Zod. Quase um duelo da Faroeste, onde as armas dos oponentes são seus punhos.

Resumo da ópera, assista Man of Steel no cinema e vibre com tudo que ele tem a te apresentar. Se solte, vá com a mente que está vendo um filme de super-herói e saia do cinema com o excelente tema do filme na cachola e querendo voar por ai!

Nota: 8,5 de 10.

HQ – Conan – Nascido no Campo de Batalha

conanx

conanx

Faaala Calangada,

Vamos dar um break nos posts de videogame. Afinal, você já deve saber tudo sobre E3, Sony e Microsoft. Vou falar de algo que estava  a muito tempo querendo falar. HQs. No mês passado ganhei do meu irmão uma revista (praticamente um livro) do COOOOONAN! Meu mano comprou em inglês para mim, mas não se preocupe, o título tem a versão brasileira dela. Estou falando da obra Conan – Nascido no Campo de Batalha.

Depois que li o livro de Conan, com os contos de Robert E. Howard, fiquei muito mais fã do personagem e não sei como fiquei tanto tempo se ler. Acho que para ler Conan, você tem que estar preparado para isso. E se você, assim como eu, está começando a ler mais sobre este Cimério, eu recomendo muito esta Revista.

A obra possui 188 páginas que contam a história de Conan, desde o seu nascimento, infância, adolescência e inicio da vida adulta, quando deixa a sua terra e parte para grandes aventuras. A história mostra, com muitos detalhes, todos os acontecimentos da vida de Conan, e como ele se tornou em um grande espadachim.

O que mais me encanta em Conan é a pancadaria. O fato de o inimigo substimar o Cimério e acabar com um membro decepado ou a cabeça cortada no próximo quadrinho sempre deixa os leitores extasiados.

A obra é escrita por Kurt Busiek e desenhada por Greg Ruth. a arte desta revista é bem rústica e brutal. Os traços e a coloração te trazem mais para o mundo fantástico, o que traz uma grande imersão a obra. Cada página é pintada por Ruth, que faz questão de dar a coloração exata para suas pinturas.

Se você gosta de histórias de Capa e Espada, esta obra é indispensável para você!

POR CROM!

conan

 

Anunciado PS4 e… Chupa Microsoft

230613-ps4

A E3 começou e a conferência da Sony aconteceu. E… desculpe os caixistas, mas o PS4 matou a pau! Por onde começar? Pelo design do aparelho… LINDO! Ponto PS4!

230613-ps4

 

Fora isto, a Sony, vendo os problemas do XONE, já avisou que apoia o empréstimo, venda e compra do jogos usados. Ponto do PS4! Não tem a necessidade de ficar ligado 24 horas na internet. Ponto Ps4! E agora uma parte melhor ainda. Valor de $399, U$100 mais barato que o XONE. E para isso, podemos deixar o placas assim: Playstation 4 x Xbox “One” Hahahaha!

Curta agora o vídeo do momento da apresentação do Ps4 ao mundo!

Então? Está preparado para a E3 2013?

e3

e3

 

Faaaala Calangada!

Estou aqui para falar do maior evento de games do planeta, a E3 (Eletronic Entertainment Expo) que este ano irá abrir a nova geração de consoles: Ps4 vs XBox One (mais carinhosamente conhecido como XONE). E a Nintendo com o WiiU? Sério? Eu preciso realmente falar sobre isso? Não vamos perder tempo né?

A E3 ocorrerá entre 11 e 13 de Junho e trará grandes novidades para vida dos gamers e de sua família. Porque a família? Simplesmente porque os novos consoles possuem a missão de sempre: Ser um centro de entretenimento para toda a família. Este conceito vem desde o Nintendinho, com o seu FAMICOM (Que, pasmem, significa Family Computer!). Com isso, Microsoft e Sony brigam para estar não no quarto dos gamers, mas na sala das famílias, prometendo várias formas de entretenimento como Filmes, séries, TV e etc. Já temos um pouco disto hoje com o Netflix e locadoras de filmes on demand, porém, as empresas decidiram ir mais afundo neste tema.

A briga de consoles continua com o principal: Os games. A Microsoft prometeu novas franquias exclusivas, incluindo uma criada por Steven Spilberg. Já a Sony, ainda teremos que esperar para ver tudo a respeito do Ps4.

Fora os novos consoles, os “velhos” estão prontos para expandir ao máximo a sua capacidade. Novos grandes games como o esperadíssimo “The Last Of Us” e Watch Dogs estão presentes e prontos para explodir a cabeça dos games com grandes gráficos e jogabilidades mais elaboradas. Metal Gear V também muito esperado (especialmente por este que vós escreve) e trará novamente o universo criado por Hideo Kojima com uma grande novidade: Snake dublado por Kiefer Sutherland, o Jack Bauer de 24 Horas.

Bater uma bola no videogame já faz parte da cultura brasileira. O futebol virtual começar a briga deste ano para ver quem é melhor: Fifa 14 ou PES 2014. A duas gerações atrás, troquei PES por Fifa. Será que o PES consegue reconquistar gamers como eu?

E a velha briga entre Call of Duty e Battlefield está de volta também. Quem tem a arma maior?

Então, o que temos a fazer é esperar e estarmos ligados nos streamings ao vivo da Feira.

Para dar um gostinho, curta a alguns vídeos dos novos games que estão por vir!

Metal Gear V – The Phantom Pain

Watch Dogs

FIFA 14

PES 2014

Call Of Duty Ghosts

Battlefield 4

O compartilhamento livre de mídias perto do fim?

post-Balburdia-share

post-Balburdia-share

 

Faaaala Calangada!

Hoje gostaria de falar de algo que fazemos a muito tempo, o compartilhamento de mídias. Este debate está começando a vir a tona desde a informação que veio juntamente com o Xbox One, console da Microsoft o qual impede o uso de jogos usados. Bem, na verdade você pode emprestar o seus jogos, porém, seu amigo terá que pagar uma taxa equivalente a um novo jogo para habilitar o uso daquele blu-ray. Notícia que demonstra uma nova tendência de compartilhamento de mídias digitais. O compartilhamento pago.

Tenho muitos jogos emprestados de meus amigos e irmãos. Isto nos acompanha desde a infância, quando, se emprestava cartuchos para um amigo em troca de outro. Com isso, sempre tivemos acesso a, pelo menos, o dobro dos jogos que tínhamos. Qual o resultado disto? Aumento na experiência do jogador com acesso a novos jogos, novas histórias, mais horas de entretenimento e, se o jogo valer a pena, podíamos pedir aos nossos pais que comprassem aquele game (Street Fighter é um grande exemplo disto). Crescemos e continuamos fazendo isto com tudo. Games, livros, HQs, DVDs e etc. Sempre fizemos porque adquirimos aquela obra, e o empréstimo era porque (na maioria das vezes) queríamos que outras pessoas tivessem a mesma experiência que nós. Mas parece que isto está prestes a mudar.

A decisão da Microsoft ou dá muito certo, e vira uma regra, ou poderá afetar seu mercado. Se der certo, podemos ter este tipo de modelo sendo aplicado em outras mídias. Um bom exemplo disto é o ebook. Hoje, já se pode emprestar um livro de Kindle a um amigo para leitura. Quando feito isto, o usuário original não tem acesso ao arquivo. Acho justo. É um bom método de combater a pirataria. Porém, o empréstimo desta mídia é uma opção que é vedada a editora, então, se a mesma não quiser que a sua obra seja compartilhada, esta opção é bloqueada.

Então fica uma pergunta no ar. De quem é a decisão de que a mídia pode ou não se compartilhada? Lembremos que compartilhamento não é a mesma coisa que duplicar determinada obra. Compartilhar do dicionário, “tomar parte em” ou seja, a pessoa toma parte daquele único produto ok? Bem, seguindo a pergunta, temos muitas variáveis envolvidas no processo. Será que a empresa tem o direito de ter uma unidade vendida de seu produto para cada pessoa que usufruir daquela obra? E nós? Será que temos o direito de compartilharmos a obra com quem quisermos, tendo em vista, que aquele produto nos pertence? Até onde vai o direito de cada um? Acredito que tudo isto tem que ser levado ao um meio termo. No caso de mídias mais antigas, livros, revistas, dvds e etc, a produtora não possui este controle. Em contrapartida, possui uma forte divulgação entre outras pessoas, o que pode trazer novos clientes que irão apreciar aquela obra. Um exemplo disto foi quando o Calango Dercinho me emprestou A Sociedade do Anel, livro integrante da trilogia Senhor dos Anéis. Qual foi o resultado disto? Após devolver o mesmo (Devolvi ou dei balão Dercinho?) Comprei todos os livros, virei fã e hoje tenho o box da versão estendida na minha estante. Será que “dei um preju” para a família Tolkien, Warner e ao Peter Jackson? Acho que não.

E as novas mídias? Que dependem de dispositivos online para ter seu uso, assim como games, ebooks, blu-rays. A produtora sabe até quando você costuma acessar determinado produto, horário em que usa, como usa e etc. Então, você possui uma licença de uso ou é detentor de tal produto? No caso dos jogos, a Microsoft quer claramente acabar com o mercado de jogos usados, tão comum no mundo todo.

São muitas perguntas a serem respondidas e uma reflexão a ser feita. Tem uma frase que li a um tempo atrás que reflete isto. “Você quer fazer inimigos? Tente mudar alguma coisa”. As pessoas estão acostumadas com um modelo de consumo. Quando tentam mudar algo, sempre temos o período de adaptação. Neste caso do compartilhamento, ainda não consegui ver nenhuma vantagem para o consumidor. Agora, as empresas, ah… as empresas meu brother, estarão nas nuvens com isto. Mais vendas, mais produtos disponíveis, mais qualidade? Não sei, este é outro caso.

A minha conclusão sobre o assunto é que nada pode ser em absoluto. Acho justo se obter uma taxa simbólica de compartilhamento de jogos, ou um número limitado de usuários por jogo (Você não vai emprestar este jogo para mais de 10 pessoas vai?) por exemplo. Mas uma taxa com o preço do jogo está claramente te obrigando a comprar um novo. E este tipo de manipulação de mercado eu repudio.

 

Games – Xbox One é apresentado ao mundo

xboxone

Faaala Calangada!

A Microsoft anunciou nesta terça-feira o seu mais novo console. O Xbox ONE. Com isso, está iniciada a briga de cachorro grande em Microsoft e a Sony para ver que tem mais poder de fogo no mundo dos games. Podemos também fazer uma pequena citação a Nintendo com seu Wii U, mas… a não ser que você tenha menos de 11 anos, vamos esquecer este.

 

O console vem com um design mais sólido e quadrado, com uma grade superior que me parece ser para ventilação. Na hora que eu vi a foto do console, lembrei na hora do meu decoder da Net. Ainda acho o console atual mais bonito do que o novo. Mas o novo Xbox não deixa de ter o seu charme. É esperar para ver ao vivo e tirar minha conclusões definitivas

 

xboxone

Novo controle, novo kinect, leitora de blu-ray e uma promessa maior de transformar o console em uma verdadeira central de entretenimento. Na apresentação foi mostrada um reconhecimento facial para ligar o console (Será que não dá para simplesmente apertar a tecla power?), reconhecimento de voz para mudar os canais (Xbox, POOOWER UP!) e jogos rodando sem loading. A interface é bonita, no mesmo estilo Tiles do Windows 8. Agora é esperar para ver o que esta belezinha irá fazer de estrago. Será que eu saio da Sony e vou para a Microsoft? Não sei ainda.

 

Agora vamos as más notícias. A Microsoft revelou que os gamers deverão pagar uma taxa para rodar jogos usados. Os jogos quando instalados no sistema (O que faz com que eles rodem sem loading) são vinculados a conta do jogados. Cada jogador poderá vincular o jogo a apenas uma conta. Para o jogo rodar em outro sistema, o gamer deverá pagar uma taxa de valor ainda não revelado. Uma grande sacanagem das empresas para evitar o mercado de jogos usados. Ou seja, o velho sistema de pegar o jogo emprestado com seu brother está com os dias contados. Mas ainda é cedo para uma crítica mais completa, vamos esperar e ver onde isto vai dar.

 

O que podemos fazer no momento e curtir alguns vídeos de jogos relacionados a ele. Fiquei de boca aberta com o video do Forza Motorsport 5. Embora não mostre um gameplay do jogo em si, vale a pena ver pelo vídeo e pelas lindas texturas apresentadas dos carros.

 

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=r46D1lRpO1k
Até mais gamers!

 

 

Games – Trailer completo – Batman Arkham Origins (atualização)

batman-origins

batman-origins

Faaala Calangada!!!

A alguns dia coloquei aqui um pequeno trailer do novo game do Batman. Os trailers dessa franquia sempre tiram o fôlego e me trazem o pensamento (Sim, cale a boca e leve meu dinheiro!) Porém, só poderei dedicar parte do meu ganho mensal no final do ano, data que o jogo sai. Então, enquanto isto, este gamer aqui fica babando com este fantástico trailer melhor que todos os filmes do Batman do George Clooney juntos. No trailer, temos uma briga fantástica entre Batman e Deathstroke (Exterminador no Brasil). Porrada para fã de quadrinhos nenhum botar defeito! Então chega de papo e vamos ao trailer!

Curte ai gamer!!!

 

Man of Steel – Novo Trailer

Superman-Banner-18Mai2013_zps45bfd491


Superman-Banner-18Mai2013_zps45bfd491

Faaaala Calangada!

Chegaram quentinhas um vídeo falando mais sobre Man of Steel, o novo filme do Superman. Com tudo isto estou ficando realmente ansioso para ver no que vai dar! Por favor Warner, não me decepcione!

 

http://www.youtube.com/watch?v=j6TWwZ9azYw&feature=youtu.be

Pular para a barra de ferramentas